No meu último post falei sobre O que é um Funil de Vendas e sua importância para sua empresa. Bons gestores veem nessa ferramenta sua chance de transformar sua equipe em uma máquina de vendas.

Então agora que você já entende seu conceito, te passarei uma receita de sucesso, como criar seu funil e executá-lo até o fim. Ou seja, vender muito!


Money!

COMO CRIAR SEU FUNIL DE VENDAS EM 5 PASSOS

  1. Qual o motivo do seu Funil de Vendas?

Um Funil de vendas pode servir para diversas coisas. Seja alavancar uma venda, trabalhar com lançamentos, impulsionar conteúdos aos clientes finais etc.

Logo, é importante entender o porquê de toda aquela questão. Pois com isso você definirá seu cliente, ciclo de vendas e quais caminhos deverá percorrer para que atinja o seu objetivo.

 

  1. Conheça seu público a sua jornada como cliente.

Primeiramente começaremos com clientes Topo de Funil, independente de já terem comprado com você ou não. Partiremos do princípio de que ninguém está naquele Funil ainda.

Pois bem, supondo que você vende carros semi novos de alto padrão, seu público já está mais ou menos encaminhado. E a ação mais natural para que o encontrem sua empresa, é através de pesquisas na internet.

Sendo assim, o cliente chegando até você, provavelmente, caso seja bem instruído e informado, terá um ou dois modelos pré determinados em sua mente. Ele analisará o estado geral do veículo, preço e verificar se as condições de compra são favoráveis.

Analisar esse processo de decisões e informações, é importante pois permitirá premeditar passos, sobre quem é o seu público, suas necessidades, fatores de compra e o que possivelmente o levará a sua decisão. Essa é a Jornada do cliente, que inclusive, temos uma matéria interessantíssima sobre isso.

Funil de Vendas absorva todo tipo de informação possível

 

  1. Estabeleça Etapas do Funil de Vendas

Então você já conhece seu cliente, já tem uma noção de como funciona seu processo de decisão, o que falta? Definir as etapas do seu Funil de Vendas. Definir por quais processos o cliente irá passar, até que seu objetivo seja atingido.

Leve em consideração que o Funil deve ser facilmente lido e interpretado por marketing e vendas. Seus indicadores de desempenho, devem ser mensuráveis. Dessa forma, por exemplo:

Funil de Vendas

É importante que as etapas estejam alinhadas com seu plano de vendas e marketing. E isso pode ser claramente definido em uma reunião com os cabeças do time.

Outro ponto importante é estimar o tempo de duração de cada etapa. Uma forma de fazer isso é analisando o histórico da sua empresa, qual o tempo até sua decisão de compra. Caso não tenha, vale o chute.

Por exemplo, se você leva em média 7 dias para conseguir efetuar o primeiro contato, não deixe seu cliente ficar na etapa de contato, por 10 dias. Você conhece seu negócio, sabe como funciona.

 

  1. Avance as etapas do Funil de Vendas no tempo certo

Nunca volte atrás com seu cliente no funil, uma vez posicionado na etapa seguinte, faça de tudo para mantê-lo lá sem sobrecarregá-lo.

Lembrando que Funil de Vendas trabalha com conteúdo.

No contrário também, não trabalhe com pouca informação. Não há um cálculo certo de quantos e-mails o cliente deve receber, isso vai de empresa para empresa.

Uma boa equipe de vendas e marketing, que conhece bem seu público, saberá como trabalhar essas informações. Por isso, sempre mantenha seu Funil sincronizado com suas equipes.

Funil de VendasO equilíbrio perfeito

 

  1. Escolha bem seu conteúdo!

Um Funil de vendas não se faz só de números, mas também de conteúdo. Envolva seu Marketing nisso, trabalhe bem sua comunicação, de forma que ela não seja mal compreendida.

Não há etapa mais importante que a outra, mas há momentos cruciais onde sua comunicação fará a diferença. Os mais comuns são topo e fundo de funil.

No topo você precisa conquistar seu cliente, para que continue avançando e interessado em seu produto. Por isso esse é um dos pontos mais cruciais, a taxa de rejeição aqui é alta. Logo, você precisa mostrar o valor do cliente para sua necessidade.

No fundo do Funil, você precisa que sua decisão seja de compra. Ou seja, são conteúdos, mas com perspectivas diferentes.  Aqui você já tem sua confiança, mas ele precisa enxergar o seu valor.

De toda forma o conteúdo precisa estar claro e o marketing bem envolvido. Você precisa ser inteligente aqui, não pensar só em números, mas em sentimentos.

 

 Por fim, seja fiel ao seu Funil de Vendas.

O Funil de vendas precisa estar no sangue da sua equipe de marketing e vendas. Ela deve ser o objetivo principal, para que tudo funcione da melhor forma.

Depois de implementado, o Funil só requer um acompanhamento diário e ajustes de otimização. É um processo simples de se criar e manter, já está no seu dia a dia, só falta organizar.

Lembrando que para colher informações sobre seus resultados, você poderá utilizar diversas ferramentas que trabalham com Funil de Vendas. Como o Active Campaign e Keap. E todos podem ser encontrados aqui na UP!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments